Translate The Blog - Click Here / Traduza o Blog - Clique Aqui

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Sobre o Livro 'O Mentor Virtual'




Renata Podolsky

Entrevista ao Jornal CORREIO POPULAR (Campinas-SP) em 08/06/2008 - Coluna Societá (societa@rac.com.br)

Renata Podolsky* — Colunista Interina
________________________________

A coluna entrevistou Maurício A. Costa**, consultor empresarial focado no marketing estratégico e autor do livro O Mentor Virtual.
________________________________


Societá — Quem é o mentor virtual?

Maurício A. Costa — Ele não é uma pessoa em particular. O 'mentor virtual' é apenas uma metáfora; isto é, um artifício de linguagem para dizer que estamos aprendendo o tempo todo, em qualquer lugar, a todo o momento. A expressão “virtual” traduz essa infinita possibilidade de aprendizado constante quando estamos abertos para escutar o que se passa à nossa volta. Não basta, no entanto, escutar; é preciso ter a mente aberta para assimilar a sabedoria que nos chega através das mais inusitadas situações. Algumas vezes, você aprende mais com um desafio ou um problema do que com teorias sofisticadas. Em determinadas situações, é possível aprender lições preciosas com uma criança ou até mesmo com um mendigo. Há uma passagem em O Mentor Virtual que diz: “Viver é deixar fluir a essência daquilo que somos em meio à turbulência que nos cerca, sem temores ou ansiedade. Ao permitir que aquilo que sentimos complemente nosso lado racional, criamos a fusão que resulta no equilíbrio entre nosso interior e o mundo à nossa volta”.

Societá - Quais os temas mais importantes abordados pelo livro?

Mauricio A Costa - O enredo começa com um estímulo ao leitor para rever paradigmas; repensar tudo aquilo que um dia aceitamos passivamente como verdades absolutas e que nos aprisionam de maneira cruel. Esse é ponto de partida para qualquer um de nós que deseja implementar mudanças significativas, e assumir o comando da própria vida. Na seqüência, é evidenciada a questão da 'sincronicidade'; uma expressão criada por Carl Jung, pai da psicologia moderna, que nos ensina a estar alertas para certas coincidências que com certa freqüência observamos ao longo de nossas vidas. Prestar mais atenção nos detalhes de cada frase que lemos ou escutamos, observar com mais cuidado as coisas que acontecem ao nosso redor, e tentar identificar correlações entre determinados fatos sem apelar para qualquer aspecto sobrenatural, apenas vê-lo com um olhar perspicaz. Há outro tema muito sério levantado na narrativa que diz respeito à necessidade de um permanente e profundo questionamento sobre aquilo que atrapalha na construção do nosso sonho; sérios adversários que carregamos conosco, como a ansiedade, a insegurança ou o sentimento de culpa. O livro procura em síntese, trabalhar de maneira lúdica um tema da maior importância para aqueles que estão neste momento procurando diferenciar-se da multidão para criar sua identidade; isto é, construir sua marca pessoal.

Societá - Qual a diferença entre marketing pessoal e marca pessoal? 

Maurício A. Costa — Marca pessoal é conjunto de valores que você adiciona à sua vida ao longo do tempo, e passa a fazer parte do seu estilo, das suas atitudes, através de suas palavras e comportamentos. Você não nasce necessariamente com elas, pode desenvolvê-las. Esses valores ou atributos, bons ou ruins, são observados pelas pessoas que lhe cercam, e com o tempo, passam a ser vistos como marcas da sua personalidade. Sem que você perceba, desde a hora em que você levanta pela manhã está sendo observado e cada palavra ou gesto que você produzir estará sendo incorporado a essa sua marca pessoal.O marketing pessoal, vem a ser o uso dessa “marca pessoal” no ambiente competitivo em que você atua, de forma a produzir algum resultado que lhe interessa. Em outras palavras, a exploração inteligente de seus atributos, ou sua marca pessoal, como um diferencial competitivo em relação a outras pessoas, visando criar visibilidade para sua imagem. Resumindo, marketing pessoal diz respeito à parte visível, à imagem; enquanto a marca pessoal tem a ver com o conteúdo. Sem esse conteúdo, o marketing pessoal não passa de uma fachada.

Societá - Existe alguma relação entre o autor e os personagens do seu livro?

Maurício A Costa
Autor de 'O Mentor Virtual
'
Maurício A. Costa — É comum o autor aproveitar seus personagens para fazer algum tipo de catarse, isto é, trazer à consciência estados afetivos ou lembranças recalcadas no inconsciente, buscando a libertação, expulsão ou purgação daquilo que é estranho à sua essência e que de alguma forma o incomoda. Todavia, cada personagem tem sua própria identidade, e traz consigo não apenas experiências pessoais do próprio autor, mas também a síntese de uma intensa observação sobre o comportamento humano de uma forma geral. Por essa razão, não se surpreenda ao encontrar-se nas páginas de O Mentor Virtual. Ele foi escrito para pessoas como você, em busca de respostas para coisas que sequer sabe perguntar. Na verdade, somos todos personagens de uma extraordinária história em que não sabemos como começou, tampouco como terminará. Viver é saber fruir com sabedoria nosso efêmero momento pelo lado exterior desse magnífico planeta mãe.

Societá - Quem é o público-alvo do livro?

Maurício A. Costa — Esse livro foi escrito para homens e mulheres de qualquer idade, em qualquer estágio da vida, independente de profissão ou credo. No entanto, ele será muito mais apreciado por aqueles que têm a mente aberta e o espírito livre. Pessoas cujas vidas possam estar aprisionadas a dogmas ou doutrinas manipulativas dificilmente irão compreender a sua mensagem. Foi assim que boa parte da humanidade tratou temas que provoquem reflexões profundas ou estimulem mudanças de paradigmas. Algumas mensagens, hoje consideradas extraordinárias já foram consideradas inoportunas ou até mesmo heresia no passado, por conta da sua incompreensão ou da hipocrisia de líderes manipuladores. A mensagem de O Mentor Virtual é provocadora sem pretender ser polêmica, é estimuladora sem gerar ansiedade; busca ser moderna e atual; dinâmica e ousada.

Societá - Como o autor consegue conciliar a vida de consultor, coach e escritor?

Vou responder com uma frase do livro: “Tudo está intimamente ligado. Cada mínimo elemento carrega em si um relevante e decisivo papel para que o extraordinário aconteça, num espetáculo de infinitas possibilidades.” Quando se tem a leitura como uma paixão, escrever é mera conseqüência. Quando se é um apaixonado pelo que se faz tudo ganha uma nova dimensão. O importante é saber priorizar o tempo, consciente de que cada segundo, é como um milagre que não pode ser repetido.

______________________________________

*Renata Podolsky atualmente dirige a Ki - Produções (contato.kiproduções@gmail.com), empresa dedicada a eventos e assessoria cultural. (19-78153648)
_________________________________________________



*Maurício A Costa foi executivo de empresas como a Kimberly Clark, o Grupo Gerdau, e o Grupo Grendene/Vulcabrás. É o idealizador do Projeto Mentor Virtual; um empreendimento focado no despertar da consciência humana, visando encorajar transformações e valorizar a vida. 

É o autor da série 'O Mentor Virtual', e está disponível para palestras, conferências e workshop (presenciais ou por vídeo conferência) que poderão mudar a sua visão do mundo e alavancar o potencial de sua equipe. 

Contatos:




Um comentário:

  1. mariluce de Freitasoutubro 24, 2012

    Adorei a entrevista, não conheço o livro , mas gostaria de ler. A forma como Mauricio fala, transmite uma sabedoria, uma magia que toca a pessoaa...Parabens

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar aqui as marcas de sua passagem...
Seus comentários serão sempre bem vindos.