Translate The Blog - Click Here / Traduza o Blog - Clique Aqui

domingo, 18 de dezembro de 2011

Conectividade. O Caminho da Sinergia






Por Maurício A Costa*

"Tudo está intimamente ligado. Cada mínimo elemento carrega em si um relevante e decisivo papel para que o extraordinário aconteça. num espetáculo de infinitas possibilidades" (O Mentor Virtual - Pág. 82 - Editora Komedi - Campinas-SP - 2008).

_______________________________

Conectividade pode parecer uma palavra complicada a princípio. Por isso, vamos começar nosso texto desmistificando ela. Conectividade é capacidade que um sistema qualquer tem para operar em ambiente de rede. Ocorre, por exemplo, quando um computador ou programa pode 'conversar' com outros, trocando informações importantes para criar um efeito superior. Entre seres humanos, a conectividade é a sintonia  que permite a duas ou mais pessoas estabelecerem uma cooperação para construir algo maior. Essa associação entre dois ou mais elementos distintos gera um esforço simultâneo capaz de produzir um desempenho melhor que aquele que ocorreria de forma individual e isolada. A esse aumento de poder, ou 'potencialização', chamamos de sinergia; uma palavra mágica, por multiplicar a força disponível de maneira ilimitada e promover um resultado muito acima do convencional.

Assim, quando dizemos que a conectividade é o caminho para sinergia, estamos traduzindo para o mundo empresarial ou corporativo a simples e estupenda idéia popular contida na expressão 'a união faz a força'. Algo óbvio, de conhecimento geral, quase sempre esquecido ou empregado de forma distorcida. A coesão dos membros de um time, associação, ou equipe atuando em prol de um objetivo comum resulta sempre em algo acima da mediocridade. Essa é a idéia.

Alguns meses atrás, apresentei para uma associação de empresários, que juntos produzem uma quantidade expressiva de bijuterias, uma idéia inovadora visando construir sinergia entre eles. Apesar de existir um espírito associativo, e estarem movidos da maior boa vontade, esse esforço não tem sido suficiente para conter o avanço dos produtos chineses, que chegam ao país de forma cada vez mais avassaladora, produzindo uma concorrência predatória, por conta de uma quantidade significativa de empresas que vem sendo abertas diariamente sob a forma de franquia e se espalham pelo país inteiro, trazendo produtos importados a preços extremamente competitivos e assim, vai massacrando pouco a pouco essas pequenas empresas, tal qual já vem acontecendo com a indústria têxtil em muitas regiões. Tudo por conta da ausência de sinergia! Consequência da falta de vontade política dos líderes, falta de um projeto ousado, falta de um plano que permita a esses empreendedores serem inseridos em um contexto internacional, para competir em condições de igualdade mundial. Ao invés disso, o que assistimos é um completo descaso para com a comunidade empresarial local, deixando-a à mercê da violência dos mercados protegidos por líderes de maior visão. Enquanto aguardo uma posição sobre o projeto apresentado para aquela associação, acompanho reportagens no noticiário nacional apontando irregularidades no campo político, com desdobramentos importantes como a cassação de mandatos incluindo prisões, com o objetivo de restabelecer a ordem. Por conta disso, todo um segmento flutua ao sabor das marés. Sem unidade e liderança, ignoram a dimensão da tempestade que poderá surgir a qualquer momento.

Em todos os segmentos, de todas as regiões do país, é possível ver o extraordinário esforço individual de ousados empreendedores que começaram do nada alguns anos atrás e que aos poucos vão conseguindo sobreviver e até crescer, em meio a adversidade, produzida por financiamentos bancários com juros exorbitantes, além de quase sempre estarem endividados com impostos impagáveis por conta de uma carga tributária alienada e sufocante. São guerreiros anônimos de um país que confunde sinergia com política e não percebe que o 'toma-lá-dá-cá' individual não passa de uma armadilha de efeito retardado, montada para um futuro que chegará de forma cruel a destruir seu espírito empreendedor, quiçá, de maneira irreversível, porque isoladamente não se cria força suficiente para enfrentar adversidades e muito menos uma concorrência como a chinesa, que é fruto da poderosa idéia de unidade, propiciando que seus membros atuem em bloco, coesos, direcionados para um mesmo objetivo. A síntese do que chamo de sinergia.

Conectividade e Sinergia formam a base de qualquer religião. E religião não é mais que um conjunto de crenças nas quais se acredita cegamente, sem questionamentos. Nesses casos, os objetivos são comuns, a coesão é forte, e o esforço é simultâneo e decisivo. Não há espaço para hesitação, desvio de conduta, ou tempo para filosofar. Tudo é bem específico, direcionado, hierarquizado, delegado, sistematizado e pontual. O propósito maior torna-se lei. A meta é amplificar a força, construir bases sólidas. Crescer. E, se alguém eventualmente sair dessas premissas estará fora. Sem discussão. A visão é única. As regras são claras. Isso pode ser visto também, em todo projeto que envolve um sério trabalho de Equipe, tal qual o Cique de Soleil, que por trás de toda sua beleza e plasticidade carrega um magnífico espírito de unidade. 

Onde houver uma família desunida, um grupo com interesse difuso, uma empresa sem propósito unificado, ou uma associação sem conectividade e sinergia, aí se perceberá perda de energia, desperdício de esforço e vulnerabilidade a crises e turbulências. Quando se coloca os interesses individuais acima de qualquer coisa não se pode esperar muito de um 'cluster', aquele aglomerado de pessoas ou máquinas que deve atuar em bloco para maximizar resultados. Através da conectividade se alcança a sinergia e por meio dela é possível atuar em conjunto com um objetivo comum, para alcançar uma meta. Ou em palavras mais simples, quando se trabalha em grupo, focados no mesmo ideal é possível obter um resultado muitas vezes maior que aquele que conseguiríamos sozinhos. Esse é o espírito que deve reger qualquer ação comunitária, qualquer ambiente associativo, qualquer unidade familiar ou qualquer projeto que vise aumentar receitas e rentabilidade em um ambiente empresarial repleto de adversidades; sem que haja necessidade de mágicas ou falcatruas; apenas o efeito da ação conjunta, do estar 'conectado'; consciente de que tudo no universo se complementa, e que nada se exclui. Luz e sombra, quente e frio, vida e morte, paz e guerra, amor e ódio, eu e você. Juntos formamos algo imensamente maior que a soma de nossas individualidades. Aposte nisso.

_________________________________________


*Mauricio A Costa, é Estrategista. Sócio Fundador da SUPPORT BRANDS, empresa de projetos e assessoria para alavancagem de receitas e rentabilidade. Sua experiência internacional está focada em assuntos ligados ao pensamento estratégico voltado à inovação, criação de valor agregado, e fortalecimento de marcas - comercial ou corporativa. Está disponível, sob consulta, para atuar como Executivo, Estrategista ou Membro do Conselho de Empresas sérias e comprometidas com a verdade.

É o idealizador do Projeto Mentor Virtual, organização comprometida com o despertar da consciência humana, a valorização da vida e o apoio à construção da marca pessoal. Suas palestras, seminários e workshop - presenciais, 'in-company', ou por vídeo conferência - estão disponíveis, sob consulta, para associações, universidades, escolas, ou empresas em qualquer região ou país.



3 comentários:

  1. a sintonia entre duas pessoas pode ocorrer mesmo contra a vontade delas?como identificar quando estamos 'sofrendo' em função da sintonia de outra pessoa?

    ResponderExcluir
  2. Olá, Anônimo:
    Sintonia tem a ver com afinidade e portanto, não ocorre contra a vontade de algúem... pelo contrário é fruto de atração, mesmo que à primeira vista possa haver estilos distintos.
    Poderemos sofrer quando por alguma razão nos vemos em sintonia com outra pessoa que vive um estágio ou momento completamente diferente daquele em que estamos.
    Quero lembrar apenas que, o texto diz respeito à conectividade e sinergia, e a conectividade está relacionada com a nossa capacidade de estarmos ligados a outros para ampliar nossa força.
    Um abraço cordial.
    O Editor.

    ResponderExcluir
  3. Como diz o Mauricio: "A UNIÃO FAZ A FORÇA"

    Pequenas atitudes fazem muita diferença. A união sempre foi a benfeitora maior dos seres
    humanos.
    A abelha também pode ser um bom exemplo... como símbolo de Organização e Trabalho
    em equipa.
    Todos nós, na nossa caminhada pela vida, já nos cruzamos direta ou indiretamente... por
    qualquer causa... no sentido de dar o nosso contributo para os objetivos que nos propomos
    alcançar.... pois, muitos seremos poucos, mas juntos seremos mais fortes que a soma das
    nossas individualidades, prestando um serviço à comunidade, às necessidades, e, afinal de
    contas, a todos nós.
    O mais importante é motivar as pessoas a refletirem, inovarem e transmitirem pensamentos
    de forma livre.
    "Para VENCER na vida, é necessário fazer tudo com entusiasmo" (Paul Nyssens).

    Um Abraço cordial.... ALICE LOPES

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar aqui as marcas de sua passagem...
Seus comentários serão sempre bem vindos.