Translate The Blog - Click Here / Traduza o Blog - Clique Aqui

sábado, 3 de setembro de 2011

Ser Mulher em Tempos de Mudanças.







Por Maurício A Costa*



"Quando a vibração específica da alma de um indivíduo, que tem tanto uma identidade instintiva quanto uma espiritual, é cercada de aceitação e reconhecimento psíquico, a pessoa sente a vida e a força como nunca sentiu antes. Descobrir com certeza qual é a sua verdadeira família psíquica proporciona ao indivíduo a vitalidade e a sensação de pertencer a um todo." (Estés, Clarissa Pinkola, em 'Mulheres Que Correm Com os Lobos' - Mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem - Pág. 217 - Editora Rocco - 1994).

___________________________________________

Como ensina meu inseparável 'mentor virtual': “Cada mulher carrega dentro de si uma loba selvagem; bela, feminina e ardente; ainda que escondida ou disfarçada sob os mais diferentes papéis que ela representa. Em torno desse ser indomável o universo conspira”. Todavia, essa enigmática criatura é algo muito maior que simplesmente instintos, pois carrega também dentro de si, uma inigualável capacidade de integração com o todo que lhe rodeia. Uma percepção que transcende o intrínseco lado selvagem dos humanos, e lhe permite captar informações muito além dos sentidos convencionais. Desde os primórdios, seu sexto sentido é aclamado como um dom natural, convencionado como espiritualidade; e esse poder a transformou ao longo do tempo, em sacerdotisa do universo para muitos povos.

O instinto é o apelo da natureza em todos os animais para a continuidade da espécie. Para isso, é imperativo o completar-se no outro. Na verdade, fundir-se no outro; e assim adentrar o eterno. Na artimanha da sedução, o poder avassalador de todos os sentidos a produzir atração com o único propósito desse perpetuar-se no tempo. Dentro de cada ser, 'anjos e demônios a executar um balé de magníficas proporções, a transformar energia em desejo, prazer e fantasias', para produzir o espetáculo da própria vida. No encontro dos opostos, a essência do dualismo para integrar o todo na incrível magia que resulta da complementaridade.

A espiritualidade resulta da evolução da sensibilidade. A capacidade que qualquer criatura pode desenvolver a partir da interação com o todo que lhe cerca. Uma habilidade ao alcance de todos, mas desenvolvida por poucos, em decorrência do apego à materialidade, que transfere falsa segurança. E por conta da insegurança, muitos ignoram o milagre da complementaridade para a construção de pontes, formada pelo elo invisível, cuja energia chamamos de 'amor', e torna a individualidade algo infinitamente maior.

A mulher sempre foi vista como algo divino. A mitologia grega está repleta de contos e lendas que a pintavam como uma ninfa; deusa da luxúria, personificando ao mesmo tempo, por meio da beleza e sensualidade todo poder de fecundação da natureza. No entanto, como nos ensina meu guru pessoal: "Não há nada de sobrenatural, fantasmagórico ou mágico no mundo à sua volta; tudo é apenas o prodígio da própria vida, se revelando a cada minuto, numa seqüência espetacular, em todas as direções para onde você voltar seus olhos". ('O Mentor Virtual' - Pág. 77 - Editora Komedi - Campinas - SP - Brasil - 2008). Essa divindade não pereceu com o tempo; pelo contrário, ganhou contornos de algo terreno, acessível. A deusa habitou entre nós, e tornou-se humana; 'tangívelmente' humana. E ao penetrar a realidade, essa diva dos tempos modernos passa a vivenciar a dor de ser humano. Descobre que ser humano significa lutar pela própria sobrevivência de uma forma feroz, numa luta sangrenta de igual para igual com maquiavélicos e ardilosos guerreiros, seus antigos e pacíficos adoradores. Diante do desafio ao qual se expôs, a ninfa agora veste-se de loba, e a loba está só. Gradualmente, vai deixando a mansidão de serenos riachos para embrenhar-se por densas florestas, habitadas por desconhecidas criaturas. Faminta, desorientada mas, destemida, ela segue seu mais precioso instinto, a intuição, e percebe que seu faro a levará de volta à planície que a fará sentir-se segura. E essa capacidade extra sensorial, sob a forma de sensibilidade será sua bússola. Não há nada a temer. Seus adversários não entendem disso, pois 'jogam' com armas alimentadas exclusivamente  pelo poder da força, e de uma mente simuladora e ludibriadora, que se perde confusa entre os flashes de ilusão e realidade que criou e não consegue distinguir.

Há uma nova mulher, que percebe que sua realização não consiste no enfrentamento, mas no uso de sua potencialidade maior: essa sensibilidade. Sabe que não poderá vencer pelo uso da força ou de uma mente astuta. Nesse quesito seu competidor leva milhares de anos de vantagem. O adversário é o rei da camuflagem, da enganação e do engodo. Por isso, o maior trunfo residirá na sua capacidade de sublimar toda poderosa energia que carrega.  “Na força invisível de uma mulher, o poder de atração capaz de seduzir todas as feras da terra, e transformá-las em dóceis fecundadoras de um planeta marcado pela dualidade, onde a vida é gerada a partir do indispensável complemento dos opostos”, lembra-me 'O Mentor Virtual'. - Ao dar-se conta de sua verdadeira força, algumas, no entanto, cometem o equívoco de concentrar seu esforço unicamente na aparência como forma de produzir essa 'sedução', esquecendo que esse poder nasce exclusivamente do amor; algo que flui interiormente, e permeia posturas e atitudes; não apenas aparências. "O que te torna especial não é apenas a pele viçosa que revelas, as formas arredondadas que te mapeiam, ou a crina sensual que te orna. O que te faz a deusa de todos os homens é a suavidade de cada gesto que esboças, a força poderosa que carregas no olhar e a doce magia do teu coração", completa de maneira categórica 'o mentor'. (O Mentor Virtual II - O Elo Invisível - Livro ainda em gestação, sem editora).

Para iniciar esse processo de libertação, é preciso retirar todas as máscaras. Desnudar-se por completo da hipocrisia e do comodismo para identificar aquilo que de mais sagrado você carrega. Não acompanhar a mesmice de 'maria vai com as outras'. É hora de abandonar a 'boiada', ou melhor, a alcatéia. Ser você mesma, e encarar o momento atual não como algo desesperador, mas como uma oportunidade imensurável para magníficas transformações. "Você é o centro do universo, e só a você cabe proceder suas próprias escolhas. Basta que potencialize seus dons. Desperte a poderosa força interior que carrega dentro de si mesmo e acredite no que faz. Sem medo, e sem falsos pudores, deixe seu brilho permear o mundo à sua volta, e ele irá girar em torno de você.", sussurra ao meu ouvido mais uma vez o mentor virtual. Em alguns momentos irá sentir-se perdida e desorientada, isso é normal. Em sua viagem através dos tempos, é natural que a alma se perca em busca daquilo que a fascina. Nem sempre é possível compreende-la, mas essa é única forma de permitir que ela encontre sua realização. Afinal, viver é um contínuo se perder e se encontrar.

É decisivo enfrentar o medo; entendê-lo como uma simples atitude de defesa frente ao desconhecido. Na maioria das vezes, tudo não passa de fantasmas criados pela mente. Para essa ninfa-loba em tempos de mudanças radicais, "é decisivo abandoar inúteis paradigmas. Descobrir-se! Quebrar velhos e imprestáveis tabus. Transgredir! Romper com todas as regras obsoletas. Ousar! Afinal, você nasceu para brilhar. Reinvente-se! - Não há tempo a perder. A vida é um pulsar contínuo e irreversível; desperte para ela agora". Entenda que para alcançar a felicidade, é imprescindível antes de tudo aceitá-la. Aceitando-se. Para tanto, sugiro que repreenda com determinação toda postura ou simples pensamento que demonstre falsidade, expulse o mau humor, e exorcize qualquer energia negativa que permeia suas atitudes. Não permita que o ciúme corroa suas veias; em seu lugar deixe fluir a gratidão, a esperança e a compreensão; Esses serão eternamente os verdadeiros atributos de uma 'deusa'. Por último, mas não menos importante, "Não busque a felicidade em uma estação distante. A vida está acontecendo agora, dentro de você. Escute-a em cada simples palavra que vem do coração. Externe-a em cada olhar ou sorriso e verá essa energia se propagar de forma extraordinária".

Os tempos atuais não são melhores nem piores. São velozes. Portanto, são para aqueles que se dispuserem a ser mais ágeis. Oferecem simultaneamente desafios e oportunidades. Tudo depende da forma como você queira ver. Lembre-se: "No centro do universo está você. No centro de você, todo o universo. Aquilo que você decidir, assim será". Aposte nisso.


________________________________

*Maurício A Costa foi executivo de empresas como a Kimberly Clark, o Grupo Gerdau, e o Grupo Grendene/Vulcabrás. É o idealizador do Projeto Mentor Virtual; um empreendimento focado no despertar da consciência humana, visando encorajar transformações e valorizar a vida. 
É o autor da série 'O Mentor Virtual', e está disponível para palestras, conferências e workshop que poderão mudar a sua visão do mundo e alavancar o potencial de sua equipe. 
Contatos: mauriciocosta@uol.com.br







23 comentários:

  1. SER MULHER É....O QUE QUISERMOS SER...Digo eu com a determinação que a vida me tem ajudado a descobrir. Tanto do que faço hoje e que seria impensável há 10 anos atrás! Parece uma incoerência, uma vez que sendo mais nova, teria maior capacidade! Puro engano! Descendo a um "poço" abismal, tenho feito uma CAMINHADA retemperadora. Usando todas as estratégias...todo o conhecimento para fortalecer outro conhecimento. Estando atenta ao que me rodeia...Criando dentro de mim uma Luz que me dá energia... É certo que ser MULHER me desgastou... Mas ser mulher como ensinaram as avós! Podemos ser MULHER duma outra forma e nunca perder de vista o que é importante individualmente! E é na pintura, nas cores fortes, que vou encontrando mais e mais FORÇA para ser MULHER...Um Abraço imenso, Maurício e o OBRIGADA pelo que consegue fazer com suas PALAVRAS... Nelas a CAMINHADA parece ser mais fácil! Tem mais Luz!

    ResponderExcluir
  2. Só você, Maurício para captar, compreender e aceitar nosso Universo tão complexo.Admito que passamos por séculos de atavismo, e décadas de incertezas,atitudes de libertação e reformas. Depois veio o repensar comportamentos desnecessários de confrontamento.Obrigada pelo texto profundo e conciliador, como é de sua personalidade.Já disse um dia: "você é imprescindível" Bjos

    ResponderExcluir
  3. Leila Maria de Paulasetembro 03, 2011

    Você disse que os comentários são bem vindos, mas esse texto realmente é sem comentários!!! Tudo de bom!!!

    ResponderExcluir
  4. Maurício, é sempre muito bom vir aqui e ler seus textos, tão bonitos, sobre a natureza feminina. E sempre muuuito bom saber que há homens que admiram e divulgam o trabalho de Clarissa Pinkola Estés, tão fundamental para todas nós.
    Te agradeço, e estou compartilhando.
    Beeijos!!! :)

    ResponderExcluir
  5. Há muito que caminhar na direçao de um encontro consigo mesma, com seus reais valores e crenças.E a mulher crê no amor e aí está e estará a grande chave para o entendimento entre os opostos.

    ResponderExcluir
  6. Como sempre nobre Mauricio, você define em palavras bem colocadas a mulher de hoje. Me identifiquei demasiadamente com o texto e cada vez mais me identifico com seus texto e com o Mentor Virtual. Parabéns!
    Caroline Alves.

    ResponderExcluir
  7. SIM MEU AMIGO, CADA UMA DE NÓS TEM DENTRO DE SI UMA FORÇA QUE É CAPAZ DE PRODUZIR MUDANÇAS EM DERREDOR. GANHAMOS ESTA FORÇA PROPULSORA DO CRIADOR, E SOMOS GRATO PELA BELA CRIATURA QUE ELE DOTOU DE MUITA GARRA PARA SUPERAR A VICISSITUDES QUE A VIDA NOS RESERVA.

    ResponderExcluir
  8. Querido Maurício, tão grande exterioriza sua sensibilidade pela verdadeira essência, me vejo nessa "luta" de loba e flor a todo momento, faço isso quase que de forma automática, é questão de sobrevivência...é como ter a adrenalina no seu limite quando se corre de um leão,não há tempo para pensar se devo correr ou não...simplesmente agimos...pois em certos momentos ocorre o oposto, é necessário pensar,ter calma,refletir,interiorizar, ser a acalentadora para meu próprio coração e agir em um outro rítimo, mesmo quando parece que tal ação seria impossível, insuportável...
    excelente postagem...
    forte abraço!

    Simone Furlaneto.

    ResponderExcluir
  9. Maurício, sua postagem fez - me lembrar de um poema que escrevi para a Mulher percurssora de todos esses instintos loba e ternura que hoje mantém - se na linhagem feminina.
    Essa Mulher foi e é, a mãe do maior e imcomparável Homem de todos os tempos, Jesus Cristo.

    Maria,

    Mulher passiva, mas guerreira,
    Humilde, mas senhora de si,
    Silenciosa, mas sensitiva,
    Frágil na sua docilidade feminina, mas forte em atitude,
    Mesmo em sofrimento se fazia luz para o seu semelhante,
    Cuidadosa, mas promovia a liberdade,
    De identidade definida, mas sabia colocar – se em misericórdia no lugar do outro,
    Mesmo conhecedora de sua graça,
    meditava a palavra dia e noite para manter – se em pé,
    Santa, mas também humana, se curvava a Deus,
    Pois ciente que por si mesma,
    Nada podia ser nem fazer,
    Não escolheu sua história, mas sensível como uma flor e forte como uma rocha,
    Cumpriu sua missão,
    Não se compadecia quando não compreendida, mas se punha a serviço,
    Protetora e acolhedora se fez mãe da humanidade,
    Mas nos pede para não somente recebermos e aceitarmos suas bênçãos,
    Mas que sejamos seu exemplo vivo em vida...
    Que em sabedoria, aprendamos a sermos como Maria foi...
    Mulher tão humilde quanto inabalável em sensibilidade e em fortaleza Divina. (Simone Furlaneto).

    ResponderExcluir
  10. HERONDINA ANDERSSONsetembro 04, 2011

    QUERIDO AMIGO MEU SENHOR DO DESTINO. REALMENTE TENS O DOM DA PALAVRAS OBRIGADA POR NÓS DAR ESTE TITULO DE SER RECONHECIDA COMO GRANDE MULHERES. CAPAZ DE SER, ALIAS SOMOS O CENTRO DA TERRA. ATRAVEZ DE DENTRO DE NOSSO INTERIOR. ESTÁ A NOSSA VERDADEIRA BELEZA. DE SER MULHER QUE LINDO, SER RECONHECIDAS, PURAMENTE SEM MÁSCARAS, MENTIRAS. SOMOS VIDAS QUE PARA SEMPRE TEREMOS O PRIVILEGIO DE NOS EMBELEZAR NÃO SOMENTE PARA A NOSSA VAIDADE. COMO ENFEITAS OS VOSSOS JARROS COM NOSSAS FLORES. BEIJO MAURICIO.

    ResponderExcluir
  11. Ser mulher, é ser poesia; tem que ter leveza, doçura, fogo e encantamento, nas entrelinhas do seu olhar.
    Ser mulher, é ser magia; ter a graça de uma criança e, a determinação de um gigante.
    Ser mulher, no entanto, nos tempos de mudança, às vezes tem que ser dura. Mas, não pode perder a doçura. Só a mulher sabe dosar a voz do coração!
    Ser mulher, é uma arte! É pena que nem todas tenham noção deste 'dom' em si.
    Ser livre para sonhar. Determinação e 'brilho próprio' para realizar seus mais íntimos desejos. Emoção a flor da pele, coração ditando os caminhos a seguir e uma alma de luz em sintonia constante com o universo, iluminando-a!
    Ser mulher, é isso...

    Paz do Meu Amor
    (Luiz Vieira)

    Você é isso: Uma beleza imensa,
    Toda recompensa de um amor sem fim.
    Você é isso: Uma nuvem calma
    No céu de minh'alma; é ternura em mim.

    Você é isso: Estrela matutina,
    Luz que descortina um mundo encantador.
    Você é isso: É parto de ternura,
    Lágrima que é pura, paz do meu amor!

    Ser mulher nos dias de hoje, é ter HOMENS BRILHANTES, como "Luiz Vieira" e "Mauricio A. Costa" que nos fazem brilhar ainda mais!!!

    Abçs. carinhosos, Adorável Mentor!

    ResponderExcluir
  12. Mauríco, é uma honra ser presenteada com tão belo texto!!!
    Apenas alguém com muita sensibilidade poderia escrever com tamanha maestria a beleza de ser mulher!!!
    Tenho orgulho de ser mulher e não gostaria de ser outra coisa!!!
    Não é uma tarefa fácil, mas DEUS nunca disse que viver seria fácil, apenas que valeria a pena!!! E como vale!!!
    Parabéns!!! Sucesso!!!
    Obrigada pelo carinho de sempre!!!
    BeijO grande!!! Kátia Mota.

    ResponderExcluir
  13. Só a atenção especial que deu à mulher nesse comentário e incluí-la no tempo de mudança que todos vivemos e participamos, mostra claramente que você conhece profundamente a alma feminina e a estimula a não retroceder quando nesse tumulto de informações e novos problemas a resolver, sem cartilha ou manual de instrução, senão sua própria sensibilidade, surgir um obstáculo pesado que a tente impedir de desabrochar no seu novo chão (não mais impossível chão!) O AGORA , colocado pelo mentor, foi muito apropriado para o texto. abs, Silvia Castro

    ResponderExcluir
  14. Laurene Gouveiasetembro 05, 2011

    Mais um artigo maravilhoso q vc nos dá o prazer de ler. Adoro ser mulher, mãe.... Desfruto com todas as forças de tudo que a natureza feminina oferece.E é muito bom ver vc como homem desvendar nosso íntimo, nossa alma com tanta clareza e beleza. Um beijo grande. (Amei também "Inimigos íntimos".)

    ResponderExcluir
  15. Teka Rodriguessetembro 05, 2011

    Lindo texto, descreve nossa trajetória de vida de forma brilhante, em várias partes do texto me senti igual,em outras partes me senti em busca dos meus sonhos, e assim somos nós, guerreiras, mulheres, amantes, protetoras, mães, enfim uma coletânea de substantivos e adjetivos de imensidão valor. Amo Vc Mauricio! O video quero compartilhar para sempre poder vê-lo.

    ResponderExcluir
  16. Adorável...me inspirou a ser mais mulher...

    ResponderExcluir
  17. Meu querido Amigo !!! Uma mulher não se define. É um ser sublime, indefinível... Uma mulher tem muitas faces, muitas vidas dentro dela, muitas fases e amores. Tem também muitas dores e muita garra... Muitos olhares - num deles você se perde... porque ela é o caminho e também a perdição. A alma de uma mulher é antiga, infinita e cheia de segredos. Sorva-a aos poucos, como o vinho. E não queira decifrá-la toda, em todos os seus gostos e sensações. Deixe um pouco para amanhã. E surpreenda-se, sempre.
    PERFEITO ...seu texto como sempre !!! Me senti no contesto o tempo todo ...acho que estava precisando ler algo assim hoje....kkkkk..... Parabéns mais uma vez pela bela publicação e obrigada por poder participar dessa grandiosidade da literatura. Um grande beijo de LUZ...;-))
    Tatiana Sevaybricker

    ResponderExcluir
  18. Sua sensibilidade em relação às mulheres me impressiona...
    O caminho da descoberta me emociona sempre, mesmo que, para mim, seja lento perceber a complexidade do que sou...
    O 'meu tempo"...que precisei aceitar e respeitar pra fazer acontecer alguma mudança necessária, sem estar ansiosa pelo que dita o mundo, mas atenta ao que pede o meu coração...não me atrai acompanhar a mesmice de "Maria vai com as outras".
    Então, faço caminhadas em direção a mim mesma, desejando respostas, desejando renovo, desejando o novo...
    E o universo me dá...me dá através da natureza, de um olhar, de um sorriso, de uma exigência...e me entrega riquezas em forma de palavras através de você...
    Que este universo perfeito te dê toda inspiração para continuação deste belíssimo trabalho...
    Obrigada por fazer parte da minha vida.
    Abraços

    Regina mandarino

    ResponderExcluir
  19. Lucia Pitta Hedlunddezembro 29, 2011

    Prefiro ser direta e falar do que mais gostei.

    "Entenda que para alcançar a felicidade, é imprescindível antes de tudo aceitá-la. Aceitando-se. Para tanto, sugiro que repreenda com determinação toda postura ou simples pensamento que demonstre falsidade, expulse o mau humor, e exorcize qualquer energia negativa que permeia suas atitudes. Não permita que o ciúme corroa suas veias; em seu lugar deixe fluir a gratidão, a esperança e a compreensão; Esses serão eternamente os verdadeiros atributos de uma 'deusa'. Mauricio A Costa

    Uhuuu! Demais amigo! Obrigada pela homenagem maravilhosa.
    Um abraço de muitos que estão por vir em sua direção.

    ResponderExcluir
  20. Matéria extraordinária, vim,li, gostei e aprendi.
    Obrigada pos nos ajudar a vencer os obstáculos da vida.
    Você é especial
    absss

    ResponderExcluir
  21. Marilene Grablerjunho 08, 2012

    Um mix bem dosado: um pouco de angelitude, um tanto de loba, uma dose de intuição, outra de carência...Essa é a mulher; de antes, do agora, do depois.
    Ninguém consegue retratá-la melhor do que você, Maurício.Abraços e muita luz.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar aqui as marcas de sua passagem...
Seus comentários serão sempre bem vindos.