Translate The Blog - Click Here / Traduza o Blog - Clique Aqui

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Reflexão Sobre a Velocidade das Mudanças






Por Maurício A Costa*

"Um turbilhão de assuntos fervia em um cérebro confuso com tantos questionamentos, provocados pela intensa ansiedade que caracterizava um tempo repleto de insegurança, devido à velocidade das mudanças. Por essa razão, seu íntimo pedia calma. Ela gostava da quietude, daquela paz proporcionada pelas situações previsíveis e conhecidas. Não se sentia confortável com a quantidade de alterações e surpresas frequentes no ambiente em sua volta"  (Texto extraído do livro 'O Mentor Virtual' - Pág. 9 - Ed. Komedi - Campinas-SP  - 2008)
______________________________


O texto acima por acaso teria alguma coisa em comum com o seu dia-a-dia? Estou certo que sim. Na verdade, estamos todos vivenciando uma inquietude que nos faz desorientados, e em alguns momentos até perdidos, sem um ponto de referência confiável. Tudo ao nosso redor parece conspirar, de uma forma ameaçadora, graças às projeções de nossas mentes, produzindo uma multiplicidade de imagens que cria assustadores mundos paralelos, e nos torna reféns de algo que sequer sabemos definir.

Alguns séculos atrás o filósofo Sêneca falava que 'única coisa permanente era a mudança'; todavia, não é mais a mudança em si que nos angustia, e sim a velocidade com que ela está se processando nos dias atuais. O ritmo alucinante das mudanças é fruto do avanço da tecnologia da informação. A cada dia, nos defrontamos com algo novo, que desconhecemos; e o desconhecido é a causa maior da indesejável insegurança que nos invade; porque só nos sentimos seguros quando lidamos com algo que conhecemos.

O volume de alterações que se sucedem a cada novo dia, nos amedronta e nos leva a um enorme desconforto, cuja consequência maior é o 'stress'; origem do desequilíbrio emocional de nosso organismo e, portanto, fonte de quase todas as doenças que nos assolam. Por essa razão, tal qual Marianne, personagem central do livro O MENTOR VIRTUAL, no texto acima, nosso íntimo pede calma. Pede paz e quietude para encontrar-se consigo mesmo.

É nesse ponto que reside o segredo de todas as religiões, porque faz deslocar o ser humano dessa zona de desespero para transportá-lo a uma dimensão 'superior' que o faz consciente da insuperável fonte de energia que carrega dentro de si mesmo, e o torna o guerreiro que encara com coragem e determinação tamanho desafio. Apesar de não seguir qualquer tendência religiosa, vejo neste sentido a significativa importância da religião. Por isso, mesmo sendo um crítico contundente da manipulação interesseira, compreendo e até endosso a essência dos conceitos que embasam seu propósito.

O famoso naturalista Charles Darwin, a cerca de duzentos anos atrás, ensinava que não seriam as grandes espécies que teriam maiores chances de sobrevivência no futuro e sim aquelas com maior capacidade e agilidade de adaptação às mudanças. Esse enunciado, tornou-se mais válido que nunca nos dias atuais, principalmente para a espécie humana. Nosso desafio consiste, portanto, em buscar de maneira consciente, a serenidade e o equilíbrio que nos permita adequar nosso ritmo biológico-mental ao ambiente em que vivemos, vencendo o maior de todos os nossos 'inimigos íntimos': a preguiça física e mental que nos amarra aos 'paradigmas' ou idéias fixas do passado, e não nos permite enxergar alternativas. É prudente compreender o quanto a mudança é permanente, irreversível e por vezes, avassaladora, e portanto, tornou-se imperativo aprendermos a nos adaptar com agilidade a elas. Disso pode resultar não apenas a qualidade de vida, mas até mesmo nossa sobrevivência.

É no movimento, o pulsar constante, que se manifesta a energia vital que produz a vida. E é essa energia vital que nos faz superar a insegurança gerada pela velocidade das mudanças. Em sua obra 'O Universo Elegante' - A Teoria das Supercordas, Brian Greene explica uma das mais recentes teorias sobre a harmonia do universo, relacionada diretamente ao seu movimento constante e sincronizado. A teoria de cordas unifica habilmente dois pilares da física moderna de uma forma única e harmoniosa ao proclamar que todas as maravilhas que ocorrem no universo surgem das vibrações de uma simples entidade: curvas de energia microscópicas inscritas profundamente no coração da matéria. Inspirado nessa teoria, sinto-me à vontade para dizer que todas as transformações que desejamos só serão possíveis quando vencemos a inércia, ou seja, a zona de conforto e do imobilismo, encarando a mudança não como uma ameaça, mas como resultado natural do movimento de todas as coisas que nos cercam. Nosso movimento constante no sentido de nos adequarmos rapidamente  ao novo é o que irá operar as necessárias adaptações a essas mudanças. Não há mágica ou segredos nisso.

O milagre reside exclusivamente na capacidade de nos atualizarmos, de maneira gradual e constante para estarmos preparados. Pois quando estamos preparados, percorremos o caminho, livres do stress que nos consome, e nos tornamos conscientes do potencial que carregamos. O caminho é tão simplesmente o processo, a verdade, que revela e é revelado pela própria vida.

"Haverá sempre um novo desafio pela frente. Após cada curva, a expectativa do desconhecido. O surpreendente que fascina e dá beleza ao caminho" (O Mentor Virtual -Pág. 177)

_______________________________




Maurício A Costa é um obcecado por resultados, gerado pelo pensamento estratégico, focado em gente, inovação, e criação de valor agregado. Executivo com experiência internacional em empresas como a Kimberly Clark, Grupo Gerdau, Grupo Grendene/Vulcabrás e o Grupo Tecnol (Atual Luxottica); está disponível para participar da construção de marcas fortes, em organizações sérias, interessadas na identificação de novas oportunidades, na superação de desafios, e na melhoraria de resultados e rentabilidade. No plano pessoal, é o idealizador do Projeto Mentor Virtual; organização comprometida com o despertar da consciência humana, a valorização da vida e o apoio à construção da marca pessoal. Suas palestras, seminários e workshop - presenciais, 'in-company', ou por vídeo conferência - estão disponíveis, sob consulta, para associações, universidades, escolas, ou empresas em qualquer região ou país, e poderão mudar a sua visão do mundo, e alavancar o potencial de sua equipe. Disponível também para atuar como 'Conselheiro' para Empresas, Empreendedores ou Executivos.

Contatos: mauriciocosta@uol.com.br





___________________________________________________________________
Ver matéria sobre o mesmo tema A VELOCIDADE DAS MUDANÇAS, publicada neste site em Fevereiro/2010: 



3 comentários:

  1. O ser humano em si, está adaptado às mudanças naturais do Planeta. Porém, a velocidade das mudanças é tanta, que estagnamos, diante da quantidade de informações que recebemos diariamente. Sequer, paramos para refletir, quanto de verdade e utilidade, tem tudo que passa pelos nossos olhos e ouvidos; e, passamos a achar tudo normal. Há que se parar para refletir. Não só porque estas informações, também vão para nossos jovens, através de muitas mídias; que por sua vez, também passam a achar tudo 'normal'. Se enredando para caminhos que incitam à 'violência', exposição 'sexual',e, outros abusos; através das redes sociais e outros veículos de comunicação.

    Não temos que frear essas mudanças. Precisamos delas! Temos sim, que policiar, refletir, analisar e, utilizá-las a nosso favor!

    Abçs. carinhosos Mauricio!

    ResponderExcluir
  2. Acredito que tudo no universo e tao perfeito e foi feito e adaptado para todas as mudancas.Os seres que nele habitam tambem se adaptarao com certeza as mudancas nao sem perdas e danos claro,mas quem conseguir sobreviver se adaptara as novas mudancas.Tenho um amigo que e medico aposentado,judeu e sempre conversavamos sobre isso porque como medico ele dizia que as doencas que aparecem e que nao tem cura sao necessarias pois agem como um controle de natalidade natural.A aids por ex,o cancer,e outrs como a variola,a gripe espanhola,vem,e depois de um tempo descobrem a cura e dai a pouco aparece uma outra e assim vai.As enchentes,terremotos,tudo isso sao coisas que saonecessarias.E sempre achei que fazia sentido.Os gays por ex,a uniao entre eles tambem contribui para o controle natural da natalidade.As guerras tambem.pense se nada disso existisse como estaria o planeta?portanto mesmo com todas as mudancas em ritmo tao acelerado sao necessarias.E quem sobreviver com certeza se adaptara.

    ResponderExcluir
  3. eu acho que tudo isso que esta acontecendo e vai acontecer coisas pióres são tudo permição de no sso mestre que é nosso pai DEUS.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar aqui as marcas de sua passagem...
Seus comentários serão sempre bem vindos.