Translate The Blog - Click Here / Traduza o Blog - Clique Aqui

domingo, 28 de novembro de 2010

Arrogância: Disfarce do Despreparo ou da Manipulação




 Por Mauricio A Costa*


"Modificar paradigmas implica muita ousadia, pois exige mudanças de posições que na maioria das vezes se tornaram excessivamente arraigadas; uma decisão que para muitos pode caracterizar aparente fraqueza ou falta de personalidade, quando na verdade trata-se de um ato de coragem e grandeza, porque reflete bom senso para rever conceitos, humildade para alterar posturas e forte determinação para expor-se". (O Mentor Virtual - Pág. 96 - Editora Komedi - Campinas-SP - 2008).
_____________________________________


Mauricio A Costa
em Carcassonne-France
Minha curiosidade pela diversidade do pensamento humano me levou certa vez a conhecer Carcassonne, uma cidade da região de Languedoc-Roussilon, no sul da França. Um local extraordinário por seu conteúdo histórico, definido pela UNESCO como Patrimônio Mundial, e considerado um dos mais bem conservados sítios medievais da Europa. E é essa inesquecível experiência que me inspira neste momento a escrever este artigo, sobre a arrogância humana ao longo dos séculos. Um lamentável comportamento egoísta, cujo objetivo central  tem sido invariavelmente o poder e a dominação. 

Essa região tornou-se conhecida no mundo, pelo fato de haver sido palco de uma das maiores demonstrações da intolerância humana. Ali viveu há cerca de mil anos, um povo chamado ‘Cátaro’; covardemente exterminado por ordens da ‘Santa Inquisição’, o tribunal radical da igreja católica na idade média, formado sob orientação papal com o propósito de destruir qualquer foco daquilo que fosse considerado heresia pela igreja. Ou seja, eliminar qualquer grupo, crença, ou associação que desafiasse seus incontestáveis dogmas e doutrinas. Um tema sobre o qual recomendo ao leitor ampliar sua pesquisa, visando uma leitura mais ampla do assunto a fim de compreender melhor sua dimensão e não ficar restrito aos meus breves comentários. 

Não é de se estranhar, portanto, que até hoje vejamos reflexos dessa atitude autoritária na maioria das religiões, com ênfase especial naquelas fundamentalistas. As redes de televisão estão sendo literalmente invadidas por pseudos pastores ou auto proclamados sacerdotes, totalmente desprovidos de conhecimento, movidos unicamente por suas interpretações, que aos berros ameaçam com o fogo do inferno seu angustiados e aflitos telespectadores, vítimas de suas próprias mazelas, e mais especialmente aqueles que não contribuírem com recursos financeiros para financiar um sistema sabidamente corrompido que alimenta as mais espúrias intenções de enriquecimento, e culminam algumas vezes com transferências milionárias para o exterior, ou para aquisição de patrimônio pessoal incompatível com suas declaradas rendas, quando na verdade, deveriam utilizar tais recursos para construir  albergues para idosos, creches ou orfanatos para crianças, e locais de treinamento profissional para adolescentes.

Ao invés disso, o que vemos são templos suntuosos espalhados por toda parte, alguns até com pontos de pousos para aviões ou helicópteros, construídos sob a leviana alegação de agradar a um Deus que não pede sacrifícios e sim compaixão (Mt 9:13), pois como cita a própria escritura sagrada, “Porque eu quero o amor mais que os sacrifícios, e o conhecimento de Deus mais que os holocaustos(Os 6:6). Há muitos sacerdotes “transformando a casa de orações, em covil de ladrões(Mt 21:13), quando deveriam estar a ensinar seres humanos a superar desafios e crises existenciais de toda ordem. Ignoram os ensinamentos de um mestre que dizem seguir, e que alertava: "Sois semelhantes aos sepulcros  caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de podridão... Pareceis justos aos olhos dos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniquidade" Desfilam assim, uma falsidade sem tamanho, a desafiar o mínimo de bom senso, comparável apenas à descarada malignidade da maioria dos políticos e governantes de uma sociedade que clama por misericórdia, e está exausta de sacrifícios. 

arrogância de sentir-se dono da verdade, no entanto, não é um privilégio exclusivo dos pseudos-pastores ou políticos maquiavélicos que dominam a paisagem. Ela é fruto também da intransigente ignorância que permeia todo ser humano que se fecha em si mesmo, por considerar sua crença como absoluta; e ao achar que sabe tudo, tenta impor suas idéias de maneira autoritária, substituindo o ensinamento pela crítica, e a paciência pelo deboche, por meio de expressões sarcásticas, quando não provocadoras.

Em minha página no Facebook, onde publico gratuitamente, todos os dias, fragmentos dos livros que escrevo, recebo de vez em quando, mensagens irônicas, e algumas até agressivas, quando o texto que publico não combina com suas crenças, ou filosofias radicais. Contestações quase sempre amparadas na citação de frases de pensadores famosos, proferidas originalmente em um contexto maior, porém não entendidas, pois não nasceram da leitura na íntegra da obra do seu autor, mas apenas da busca em sites ou livros especializados em pensamentos ou frases famosas de grandes figuras da humanidade. Há também aqueles que refutam qualquer nova ideia  por conta do doutrinamento, lavagem cerebral, ou interpretação ‘enlatada’ que recebem. Ao invés de analisar o tema exposto, o rebatem de imediato com a crítica prepotente, na tentativa de ridicularizar ou desprezar uma reflexão sugerida, demonstrando um claro comportamento arrogante e por vezes manipulador. 
Em seu excelente livro, ‘A Ilusão da Alma – Biografia de Uma Ideia Fixa’, Eduardo Giannetti conclui sua obra com um inteligente questionamento, que ele mesmo responde: “É possível que não tenhamos alcançado ainda a menor compreensão do que nos faz ser quem somos e agir como agimos? É possível que estejamos radicalmente equivocados sobre nós mesmos, perdidos na mais espessa floresta de mitos e enganos, e que nossos descendentes das gerações futuras venham um dia a nos encarar com a mesma mistura de complacência e perplexidade com que encaramos os nossos ancestrais animistas, com seus rituais, sacrifícios e despachos? Sim, é possível” (Giannetti, Eduardo – ‘A Ilusão da Alma, biografia de uma ideia fixa’ – Cia. das Letras – São Paulo - 2010). - Uma incômoda pergunta para testar o nível de intransigência com relação a velhos paradigmas, ou idéias fixas, que carregamos em nosso âmago, muitas vezes de maneira inconsciente.

Do ponto de vista pessoal, sabemos que, posturas intransigentes, prepotentes ou arrogantes costumam isolar seus personagens por conta do egoísmo, e afastar com frequência os demais do seu convívio. Afinal, não nos sentimos à vontade diante de situações que inibam a liberdade de ser e de pensar. O mais preocupante é que tais posturas tendem a transformar pessoas maravilhosas em seres humanos amargos, e com o tempo podem se tornar fatores determinantes para a causa de inúmeras doenças, algumas delas de caráter malignos, por vezes irreversíveis.

Quase sempre, a arrogância é um disfarce para encobrir incompetência ou despreparo, mas, acima de tudo é uma atitude utilizada para fins de manipulação pelo medo, pois é uma maneira de impor pela força aquilo que não se consegue transmitir pela sabedoria ou conhecimento. Em muitas ocasiões é também substituída por uma aparente e cínica humildade; mas como a hipocrisia é a forma ridícula de esconder uma farsa, com o tempo ela revela sua face latente

Por ser um fator que atrapalha significativamente a construção de uma marca, pois uma marca forte não é resultado de imposição; pelo contrário, só se torna especial quando é capaz de gerar atração e desejo de maneira natural, seria recomendável que em vez disso, quando diante de novas idéias, procurássemos assumir uma postura reflexiva para avaliar cenários e interpretar contextos a fim de  tirar conclusões com sabedoria; afinal:  “Rever posições é algo que exige mente aberta ou um ‘espírito livre’, pois impõe ir além das confortáveis fronteiras do que já é conhecido... Há momentos que será necessário enfrentar trilhas solitárias e construir o próprio caminho” (O Mentor Virtual – Seja o Autor de Sua Própria História – Pág. 95 – Editora. Komedi – Campinas-SP – 2008).

Clique no Vídeo e prossiga na leitura



Os grandes mestres do universo nos deram exemplos claros da postura de humildade. A expressão 'só sei que nada sei', atribuída a Sócrates, um dos maiores filósofos da humanidade, nos ensina a pequenez de nosso conhecimento diante da sabedoria universal. Jesus Cristo, o mestre que tantos apregoam, mas, poucos entendem, defendia que 'é preciso tornar-se pequeno para ser grande', pois só alcançamos a plenitude quando nos tornamos como crianças. 

‎Por tudo isso, sugiro que descubra o poder da força superior que existe em você, e ignore aqueles que tentam manipulá-lo com pregações arrogantes, ou rituais inócuos. "Há uma estupenda energia latente dentro de você. Ponha isso em ação. Pare de buscar sua força na ilusão de imagens construídas por mentes primitivas. O único ritual decisivo para concretizar seus objetivos, superar desafios e alcançar a realização pessoal está naquilo que convencionamos chamar de fé. Defina o que quer com firmeza e aja com determinação. Nisso consiste o segredo de qualquer milagre". ('O Mentor Virtual II - O Elo Invisível' – Em Gestação).

________________________________


 *Maurício A Costa foi executivo de empresas como a Kimberly Clark, o Grupo Gerdau, e o Grupo Grendene/Vulcabrás. É o idealizador do Projeto Mentor Virtual; um empreendimento focado no despertar da consciência humana, visando encorajar transformações e valorizar a vida.

É o autor da série 'O Mentor Virtual', e está disponível para palestras, conferências e workshop (presenciais ou por vídeo conferência) que poderão mudar a sua visão do mundo e alavancar o potencial de sua equipe.

Contatos: mauriciocosta@uol.com.br








21 comentários:

  1. Conheci Carcassone ha tempos atrás... sem me dar conta do que aconteceu por lá... uma pena!!! Quanto aos seus muito bem escritos, parabéns amigo, mas gostaria de acrescentar a "covardia", a falta de coragem, qualidade necessária para vencer a si mesmo do que para vencer aos outros. Indo mais a fundo, o "egoísmo", esta chaga da humanidade, monstro devorador das inteligencias, filho do "orgulho", fonte de todas as misérias humanas, negação da caridade e por isso mesmo, o maior obstáculo à felicidade dos homens. A "vaidade" e o "egoismo", são como lepra no coração humano, que devem desaparecer da Terra porque impede o nosso progresso moral.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!!
    Muito difícil escolher qual seria seu melhor texto,mas este é um dos melhores que já li! Penso e tenho atitudes dessa natureza, mta vezes sou taxada de louca! E em consequencia disso meu caminho é 'solitário', mas carrego na alma a PAZ, e esse sentimento ninguem toca, é inatingível!
    Ignorância, egoísmo são fatores fortes p/ as pessoas serem manipuladas o tempo todo, carências afetivas as fazem serem 'dominadas' o tempo todo! Isso é sinônimo de falta de fé, de não acreditar em si mesmo! A maioria quer 'copiar e colar' verdades que nao partiram do coração e sim lidas e vividas por outrem.
    Seu texto deveria estar na primeira página do livro da vida!
    Abs!

    ResponderExcluir
  3. Verdade Mauricio,
    Na antigüidade, religiões, doutrinas, dógmas, foram inventado para manter o povo sob os domínios do medo e de tudo aquilo que nem os homens da 'igreja' sabiam explicar (colheitas pedidads, inundações, pestes); assim eles manipulavam seus rebanhos.
    Na era moderna, continuam a manipular mentes menos providas de conhecimentos, e se subjulgam a tais corporações que só visão lucros e ostentação. É lamentável que em pleno sec. XXI algumas pessoas, ainda pensem que em troca de um 'dizimo' e aos 'berros' dentro de um templo, irão salvar suas almas.

    ResponderExcluir
  4. Por tudo isso que não consigo me apegar a religião nenhuma, as vezes quando digo as pessoas que a bíblia foi um livro escrito por homens, homens comuns como nós, e que esta sendo usada a séculos por outros homens,para dominar pessoas, para controlar pensamentos e até mesmo para enriquecer outras, essas mesmas pessoas se chocam e dizem que isso é um absurdo, que esses homens foram inspirados por Deus quando escreveram a bíblia.
    Acredito que todos somos seres maravilhosos com potencial para conseguirmos tudo o que quizermos, citando um texto da bíblia, la diz: "Que fomos feito a imagem e semelhança de Deus", então um ser tão poderoso e superior que nos deu o sopro da vida, se somos a imagem e semelhança dele, será que não podemos pelo menos conduzir a nossa própria vida como achamos que deve ser? Isso só depende de nós, somos T O D O S poderosos.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom mesmo... Destaquei dois trechos p/ postar no meu mural qq dia desses, com o devido crédito, claro!...

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo artigo!

    Acredito que tão falada Nova Era deve começar com a conscientização que temos sidos desde sempre escravos, principalmente das religiões.

    "Nenhuma religião tem compromisso com a verdade. O objetivo não é o de orientar e provocar a evolução das pessoas, mas apenas controlá-las. Exatamente como qualquer outro tipo de poder político e/ou econômico."

    manoellima

    ResponderExcluir
  7. Denise Araújonovembro 28, 2010

    Parabéns Maurício por esse texto maravilhoso. Você sempre está presente trazendo palavras que nos faz refletir e buscar um "eu" melhor.

    ResponderExcluir
  8. Maurício,
    A arrogância é querer demonstrar um grau superioridade em relação aos outros que não existe sendo um comportamento que eu também classifico como insegurança, ficando latente no semblante da pessoa. Por essa razão eu considero nessa personagem uma fraqueza espiritual muito grande, digna de pena, que só tem a perder, se não cair em si própria essa realidade, pois esta mais além prejudicando a saúde e o caráter, dificultando as percepções para realização de seus verdadeiros sonhos, Muito bom o seu texto, que mostra a todos uma realidade ainda nos tempos atuais.
    Pedro Rombola

    ResponderExcluir
  9. Amigo Maurício,
    Acredito que não seja seu melhor texto, o melhor estara sempre por escrever. Concordo sim, que é o mais próximo à realidade femenina,nos últimos cinco séculos. Rever posições é algo que exige mente aberta ou um ‘espírito livre’???? - Espirito Livre, acredito,...vem à desbravar todas as outras;... mente aberta, direito à escolha, caráter, verdades questionadas ou mesmo duvidar da autoria de muitos trabalhos que já li. É...duvidar sim! Vejo textos ou poesias de Neruda, que são assinador por Marta Medeiros,...Poesias de Fernando Pessoa, que são creditados a Letícia Spiler, ... Engraçado que isso no século 21 !!! O despreparo é cómodo, meu amigo, a ignorância um presente !! Trabalho árduo o seu...Observar o comportamento humano. Parabén Maurício, trabalho árduo, mais necessário. Só sei que nada sei...abraços.
    Cassandra Proença.

    ResponderExcluir
  10. Adorei a matéria, e tomei a liberdade de publicar em meu facebook, pois acredito que outras pessoas, assim como eu irão apreciar muito este belíssimo trabalho de elevada consciência e competência. Obrigada por partilhar conosco tamanha sabedoria. Boa semana. Abraço Vera

    ResponderExcluir
  11. Excelente texto! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  12. Maurício
    É um deleite correr os olhos em seus textos. Maravilhoso !!!
    Tem me ajudado na procura de um "eu" melhor . Espero contar sempre com suas palavras.
    Um abraço Marisa

    ResponderExcluir
  13. MATOU A PAU!
    INFELIZMENTE LEMBREI-ME DE ALGUNS "AMIGOS" EM COMUM.
    PARABÉNS!

    Marcos Benutto

    ResponderExcluir
  14. Querido amigo concordo plenamente contigo.
    Sou Cristã - mas não me orgulho de jeito nenhum do que acontece um hoje diante das assim chamadas Igrejas Cristãs. Somos parias da sociedade consumista.
    Em vez de vivermos em atitudes corretas, acusamos o nosso irmão de coisas que são reflexo do nosso eu.

    ResponderExcluir
  15. OLÁ MEU AMIGO....

    MUITO BOM O TEXTO QUE VC COLOCOU, MAS NÃO POSSO CONCORDAR COM TODO O TEOR DELE, EXISTEM SIM PESSOAS QUE PRATICAM SUA FÉ EM DEUS DE UMA FORMA CLARA E TRANSPARENTE, NÃO SÃO RELIGIOSOS MAS BUSCAM EM DEUS A SABEDORIA E O CONHECIMENTO PARA SUAS VIDAS.
    JESUS CRISTO ENSINA NA PALAVRA DELE QUE SEM FÉ E AMOR É IMPOSSIVEL AGRADA-LO, ENTÃO DEVEMOS BUSCAR TER A FÉ EM DEUS, MAS SEM NUNCA DEIXARMOS DE AMAR O PRÔXIMO......
    O QUE MAIS FALTA NA HUMANIDADE É O AMOR...ENTÃO DEVEMOS OLHAR PARA JESUS E IMITA-LO NA SUA FORMA DE AMAR...

    UMA GRANDE ABRAÇO...

    ResponderExcluir
  16. Caro Daniel Rufino:
    Agradeço por seus comentários. Eles serão sempre bem vindos. Aqui é um espaço onde todos podem falar o que sentem ou pensam.
    O artigo não generaliza a crítica para todas as pessoas, ele está direcionado àquelas que agem de maneira arrogante. Concordo com você, quem busca Sabedoria não age de maneira prepotente ou intolerante.
    Devemos imitar a todos que praticam o AMOR.
    Um abraço cordial. Mauricio A Costa.

    ResponderExcluir
  17. Sem Generalizar, existem muitas pessoas mal intensionadas usando Igrejas para obter lucro e aumentar suas riquezas sem ao menos se preocupar com pessoas que buscam uma orientação ou solução para seus problemas, fracassos e todo tipo de situação, e são estas mesmas pessoas que um dia buscaram e ainda buscam em livros, jornais, palestras para uma mesma solução.São inteligencias usando a Fé, a psicologia e grandes Nomes Como o de JESUS CRISTO(Grande Homem, Grande Ser). Pessoas sem escrupúlos, sem caráter.O mal está por toda parte.Façamos o Bem, Façamos a nossa Parte!

    ResponderExcluir
  18. O ser humano tem uma grande capacidade de adquirir conhecimentos e sabemos que tais conhecimento muitas vezes e usado de forma egoísta com intenção de obter cada vez mais vantagem sobre quem ainda não teve a oportunidade e a percepção de entende que o aprendizado em todos sentidos e a verdadeira liberdade da alma e do corpo, independente de qual seja sua religião,religiões que no meu ver tem um papel fundamental por trazer ensinamentos milenares para nosso povo e o mais importante as pessoas que entende e leva arrisca os ensinamentos, sem o fanatismo, tendem a respeitarem e ter mais compaixão com seu próximo, pois todas estas religiões levam a um ser superior.
    a sociedade que vivemos infelizmente muitas vezes condicionam as pessoas a serem egoístas e violentas,tirando as do caminhos certos durante suas vidas e as conseqüência disso são pessoas que vivem em prisões sem grades onde impera a hipocrisia de uma minoria que através deste poder chamado conhecimento, usado de uma forma maligna, por grupos e organizações de diversos seguimento de nossa sociedade inclusive políticos , que pregam suas verdades conforme seus interesses manipulando com facilidade uma grande massa popular, uma total falta de respeito com seus semelhantes, por este motivo a necessidade de dar consciência para a população da importância do investimento pesado em educação para nosso povo, libertando os e dando o direito de escolha para uma vida mais dignar.

    ResponderExcluir
  19. Pois é...
    A religiao tornou-se um meio de fácil enriquecimento.. haja vista o inúmero aumento de religiões, q têm surgido no país ao longo das ultimas décadas.
    Eu sou uma católica nao praticante..pk não concordo com várias posiçoes da Igreja em relação a determinados temas.
    A arrogância nao é despreparo não..é uma qualidade bem comum aos "políticos" da fé.
    A meu ver, são pessoas mesmo sem escrupulos, q se valem da fé de outras menos favorecidas e esclarecidas, para as manipularem..fazendo-as , muitas vezes, tirando o pouco dinheiro q conseguem, e q usariam para alimentar seus filhos, para enfiarem no bolso da "igreja".. (seja ela qual for).. só mudam o nome.. o resto é 90% =
    Ao invés de darem à quem nao está em condiçoes, e ajudarem os menos favorecidos, eles tiram.. enfim... e não fikem tristes... pk isso vai piorar e muito:)
    Beijos.... gostei do texto.
    Marah
    ( do facebook)

    ResponderExcluir
  20. Sim. Companheiro, citações de lideres podem e devem ser usadas na construção do próprio perfil de cotidiano. Certa vez em uma conversa tematizavamos a Filosófia e fiz alguns comentarios nos quais agreguei algumas citações algumas conhecidas, outras não e o que levou um dos meus interlocutores a dizer "Tirou isso de livros" e prontamente retruquei afirmativamente que havia retirado tudo aquilo de livros e finalizei com a seguinte fala, mas para que servem os livros, senão para instruir. Antonio Félix

    ResponderExcluir
  21. Há um pensamento de Martin Luther King que diz “Para Declarar uma guerra basta dizer o que você pensa”. Está aí o resultado do ato de pensar. Pensou, você mexe com o outro.
    Esses dias, presenciamos uma guerra de pensamento entre o recém-eleito Deputado, Presidente dos Direitos Humanos. Observei a questão levantada, e me levou a refletir a respeito do assunto. Ele sendo um pastor ao mesmo tempo político. Com certeza, deve-se separar o Político do Pastor. São funções que não se exercem, por exemplo, na Câmara Federal, por ser de cunho laico, sem vínculos a qualquer religião.
    Conta-se uma vez que um deputado da Grã-Bretanha processou o tabloide de seu país que estampou em sua manchete o seguinte: ”Pastor vota naquele projeto...”. Utilizando das vias jurídicas em sua defesa, ele disse: Quando que exerci a função de pastor no parlamento? Ele ganhou a causa, e doou todo o recurso financeiro para uma causa no Brasil.
    Como todo o político goza da impunidade por leis criadas no passado recentemente, da intocabilidade das palavras que todo o político tem o privilégio de se expressar e não ser punido. Por outro lado, a CF 88, consente na liberdade de expressar de todos os brasileiros, sendo, porém vedado o anonimato. Logo, estamos numa guerra de pensamentos de ideias contrárias todo o dia. Eu não penso igual a você, e você não pensa semelhante aos outros. Fomos criados à imagem do Senhor, e dotado de inteligências emocionais diversas.
    Respaldado com a expressão do respeito a quem quer que seja, pois todos são criaturas de Deus. Desde o mais humilde morador da favela até a autoridade máxima deste país. Este temor é preservado por aqueles que temem ao Senhor. Digo aqueles que sabem que enfrentarão o Juízo Eterno. Na prestação de contas final, todos havemos de dar contas, das palavras ociosas, das inúteis, das que não respeitam a Palavra, das que ofendem o pobre, dos que exploram o necessitado. Existem causas mais nobres a pautarem para buscar uma luta mais de caráter elevado.
    A guerra está presente no lar. Os pais sempre querem o bem. Os filhos não entendem porque quando eles dizem não. Quando você pensa, logo, você existe já disse o cartesiano Descartes. A vida consiste em respostas aos anseios que cada alma possui. Uns estão com alma ansiosa produzindo necessidades mais distantes que possam ser alcançadas, por isso, encontra-se embates consigo mesmo.
    Se todos almejarem ser ricos, e buscar insaciavelmente esta necessidade. Logo não existirá o pobre para que se faça o serviço o mais simples possível. Todos terão riquezas, não precisarão fazer o serviço simples. Neste caso terão que importar a mão de obra de outro país para que venham e faça o trabalho que ninguém quer mais fazer.
    A bem verdade, vivemos uma vida que quem sair vitorioso e vencer a todas as batalhas, isento de todas agressões, respeitando o ser humano em sua integridade, deve-se priorizar precipuamente: a criança, a mulher, os direitos dos desprivilegiados (sem recursos até para levantar). Enfim, vencer na vida, vai além dos “bate-e leva”. Porque a vida quem pode dar, somente o Senhor Deus, que pode oferecê-la com abundância o Senhor Jesus. Esta é a minha expressão de fé e crença. Você pode pensar diferente!

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar aqui as marcas de sua passagem...
Seus comentários serão sempre bem vindos.