Translate The Blog - Click Here / Traduza o Blog - Clique Aqui

sábado, 17 de julho de 2010

Unidade. A Força e a Beleza de Uma Marca Forte




Por Mauricio A Costa*


“Todo reino dividido contra si mesmo será destruído. Toda cidade, toda casa dividida contra si mesma não pode subsistir” (Citação de Jesus Cristo, no Livro de Mateus, Cap. 12 ver. 25).

________________________________________________



Apesar de respeitar todas as ideologias filosóficas ou religiosas, procuro não ater-me a nenhuma delas. Carrego comigo a síntese do pensar de duas grandes figuras totalmente opostas da história: Nietzsche, sugerindo ‘uma mente aberta e um espírito livre’, e Paulo de Tarso, (O Apóstolo), recomendando um ‘examinar tudo, e reter o que é bom’. Por isso, ao começar este artigo com uma citação bíblica, peço desvinculá-la de qualquer caráter religioso, pois a busca da verdade deve ser pessoal, ampla e permanente; livre de interpretações dogmáticas ou doutrinárias. O único propósito da citação é o contexto de sabedoria que ela encerra, porque a mensagem estimula uma profunda reflexão sobre a importância da unidade; palavra que mesmo não aparecendo explícita no texto representa a sua essência.

Ao longo de minha vida profissional, em atividades como Executivo, Coach ou Consultor, tenho presenciado com certa tristeza, sintomas de deterioração de projetos maravilhosos por conta da falta de unidade. Empreendimentos bem estruturados, de pequeno ou médio porte; alguns até mesmo de grande envergadura, comprometidos por inimigos íntimos do ser humano como a arrogância, a vaidade, ou a ganância. Organizações dirigidas ou gerenciadas por líderes cuja postura egoísta poderá conduzi-las a uma lamentável decadência, em virtude de decisões unilaterais por sentirem-se ‘donos exclusivos da verdade’.

Sabemos que o poder é solitário e implica na maioria das vezes em tomadas de decisões dramáticas, impessoais e até mesmo antipáticas, quando se leva em conta a importância do coletivo e não apenas demandas individuais. Todavia, é fundamental que aquele que está no topo de uma organização, empreendimento, ou divisão, saia do seu isolamento e procure escutar o universo à sua volta. Essa escuta, com certeza, irá trazer-lhe importantes subsídios para análise e enriquecer seu processo decisório. A sabedoria que permeia a tudo e a todos, se manifesta de maneira surpreendente e das formas mais inusitadas possíveis, surgindo de onde menos se espera. É essa imponderabilidade que a torna onipresente e onipotente. Um poder extraordinário, capaz de alterar significativamente uma limitada e acanhada visão unilateral para criar a percepção do todo em que se está inserido.

Uma desmedida ambição, ou lamentável postura de apego, caracterizada pelo exagerado sentimento de posse com relação a coisas, bens, ou pessoas é outro fator que costuma bloquear o lado magnânimo daquele que se propõe a liderar, e deturpa seu propósito original mais sagrado de construir algo que ultrapasse o tempo e o espaço convencionais, por meio da sinergia criada com outros maravilhosos seres que incorporam o sonho pessoal do visionário e o ajudam a transformá-lo em algo grandioso. Ignorar a sinergia dos elementos é subestimar o estupendo poder da energia que interliga as parte de um todo. A destruição do ‘reino’ (empreendimento, organização ou colméia) é evidente, quando a energia produzida em seu interior deixa de ser utilizada para vencer os desafios externos e passa a ser consumida internamente para compensar o enfraquecimento de seus componentes.

O conceito de família não difere em nada desta análise. A dimensão da sua força estará vinculada à sinergia criada por seus componentes. Tal qual, órgãos, membros, ou simples moléculas de um corpo, tudo está interligado, e somente uma atuação interdependente e sincronizada de cada elemento poderá proporcionar seu funcionamento como um todo.

Um fantástico exemplo dessa interdependência pode ser observada no incrível e singular sincronismo dos integrantes do Cirque du Soleil, e a beleza resultante dessa ação conjunta, que envolve, muito planejamento, envolvimento e comprometimento individual para obter-se um espetacular resultado final.


Uma marca forte é resultado da somatória da individualidade de seus componentes. É a complementaridade de seus elementos que irá produzir algo grandioso; extremamente belo e diferenciado. Para tanto, é imprescindível que cada componente desse todo, se dê conta da responsabilidade de sua contribuição de forma decisiva para o melhor desempenho possível do conjunto, e atue de maneira consciente, de acordo com os parâmetros que definem essa interdependência, sem tomar iniciativas isoladas que comprometam o equilíbrio e o sincronismo que garantem a magia do resultado final.

A singularidade de uma marca, seja ela pessoal ou corporativa, é resultado do equilíbrio entre os princípios que definem aquilo que lhe é intrínseco, a sua essência, e a relação que ela tem com o mundo exterior; porque o abstrato só será percebido no mundo real se com ele entrar em sintonia. Assim, todo meu potencial só será valorizado quando puder ser identificado pelo mundo à minha volta e percebido como algo que o complemente. Nisso consiste a dimensão do extraordinário conceito de unidade, preconizado pelo grande mestre citado no início deste artigo. Neste sentido, complementaridade é a palavra mágica a nos fazer enxergar o outro como o 'elo invisível' que nos permite criar a indescritível sinergia que move esse insondável universo do qual somos parte.

____________________________________


*Maurício A Costa é um obcecado por resultados, gerado pelo pensamento estratégico, focado em gente, inovação, e criação de valor agregado. Executivo com experiência internacional em empresas como a Kimberly Clark, Grupo Gerdau, Grupo Grendene/Vulcabrás e o Grupo Tecnol (Atual Luxottica); está disponível para participar da construção de marcas fortes, em organizações sérias, interessadas na identificação de novas oportunidades, na superação de desafios, e na melhoraria de resultados e rentabilidade. No plano pessoal, é o idealizador do Projeto Mentor Virtual; organização comprometida com o despertar da consciência humana, a valorização da vida e o apoio à construção da marca pessoal. Suas palestras, seminários e workshop - presenciais, 'in-company', ou por vídeo conferência - estão disponíveis, sob consulta, para associações, universidades, escolas, ou empresas em qualquer região ou país, e poderão mudar a sua visão do mundo, e alavancar o potencial de sua equipe. Disponível também para atuar como 'Conselheiro' para Empresas, 

22 comentários:

  1. katia Fernandesjulho 17, 2010

    Muitos tem perdido essa visão holistica, estão fraguimentados em seus pontos de vistas, no consumismo desenfreado, nas relações superficiais, nas musicas sem melodias, nas baladas inconsequentes das drogas. Outros nunca tiveram uma visão inteira ... eternos egoistas. Presisamos, independentemente das crenças religiosas, amarmos uns aos outros.

    ResponderExcluir
  2. oi Maurício! Concordo com vc, não devemos trabalhar isoladamente, para que as coisas deem certo, faz-se necessário a união, a sincronia, pois só assim haverá sucesso em td que fizermos.
    Patrícia

    ResponderExcluir
  3. Á Bíblia nos diz que no fim dos tempos o amor de muitos se esfriariam, assim como você, sem a intensão de ater-me a religião. na realidade esta falta de amor é algo que vem à muito acontecendo, as pessoas perdem a visão do bom, ou ser bom, amar ao próximo, deixar de lado a arrogância como você diz e ouvir as pessoas; vivemos em uma tempo Maurício em que, não temos tempo nem pra nós mesmos, esta semana falei sobre isso com alguém, porque ao ir para o meu trabalho, pessei perto de uma pequena favela e tinha duas senhoras conversando na porta da casa, numa traanquilidade que dava gosto. Ai, eu fiquei pensando eu nunca tenho tempo de fazer isso. sabe o que é? O TER que fala alto demais, elas estam na sombra, serenas numa casinha bem humilde, mais felizes. Confesso que mecheu comigo.
    Gostei muito do que você falou aqui, não sei escrever tão bem e nem nao pontuado como você e peço desculpas, mais quis te passar isso. abraço

    ResponderExcluir
  4. Maurício.
    Simplismente magnífica a apresentação do conteúdo!Principalmente a citação de Paulo de Tarso, o sabio, quando já nos ensinava, que se examinássemos tudo, em detalhes, saberíamos reter o que realmente nos levaria à um alimento saudavel, a nível alma.Somos parte radical deste cosmos, nele vivemos, e um dia estaremos integrando os mistérios que hoje não podemos tocar.Obrigada, tem oferecido a todos nós, este alimento, cheio de energia, que desabrocham para o crescimento, alma e espírito.Bianca.

    ResponderExcluir
  5. SENSACIONAL!
    Obrigado por nos presentear com tao belo artigo!

    ResponderExcluir
  6. ...o princípio da complementaridade, criado em 1928 por Niels Bohr, atesta que a "natureza da matéria e energia é dual e os aspectos ondulatório e corpuscular não são contraditórios, mas complementares... Um elétron, por exemplo, pode manifestar-se como partícula ou como onda, dependendo dos instrumentos empregados na observação. contrastantes, incompatíveis entre si."
    Como na microfísica, somos matéria e energia. Isoladamente somos partículas, unidos somos uma onda. Enquanto partículas isoladas somos responsáveis pela formação da grande onda e devemos ter consciência da nossa importância, de um todo agregado, unido. A onda, enquanto marca forte, é o resultado das forças individuais agora unidas... matéria e energia se complementando... "por um elo invisível".
    Perfeito Maurício!!! belíssimo e muito coerente texto.. também muitíssimo bem escrito!!

    ResponderExcluir
  7. VOCÊ É UMA CRIATURA ESPECIAL! QIALQUER COMENATRI A MAIS EU ESTARIA BLEFANDO....VC SABE COMO ESPRESSAR O UNIVERSO ESPURITUALE E...

    ResponderExcluir
  8. Martha Falqueirojulho 18, 2010

    Achei pertinente e oportuna a comparação feita pelo autor entre a força de uma marca e a força de uma familia. Ambas necessitam da sinergia de seus integrantes para existirem de forma coesa. Em ambos os casos tratamos de estruturas, tanto que constroem uma marca qto que solidificam uma familia, feitas por gente, e ai esbarramos nas questões éticas e existenciais que regem esses universos. Com louvor também cito as passagens bíblicas pois, embora não professe o autor nenhuma doutrina religiosa, fica claro que, além de gente, trata-se de leis espirituais que permeiam a nossa existência. No meu entendimento, se não buscarmos em primeiro lugar a qualidade como serem humanos e nos voltarmos para valores e princípios, todas as relações se deterioram.

    ResponderExcluir
  9. Olá Mauricio!
    Que bom que você nos encontrou e agora podemos trocar ideias tão maravilhosas.
    Quando iniciamos o nosso projeto de um blog voltado para a discussão dos conceitos de Física Quântica e Espiritualidade para crianças e adolescentes (euvceouniverso.com.br), estávamos especialmente preocupadas com a falta de sincronicidade entre o singular e o coletivo.
    Sabemos que viver essa verdade prá lá de necessária não acontece do dia pra noite! Então, o melhor, é começarmos nos primeiros anos de vida e não pararmos mais!
    Nós, os adultos de hoje, somos reponsáveis por prepararmos adequadamente as novas gerações para que assumam o comando do Planeta em alguns anos. Que possamos nos empodeirar de nossa divindade e oferecermos às crianças e jovens um jeito mais adequado de Ser, transformando-os em marcas de sucesso no que tange à ética singular e coletiva.
    Abraço,
    Paula Baccelli.

    ResponderExcluir
  10. Olá Maurício!
    Quando nos encontrou em nosso blog, ficamos muito felizes por conhecermos alguém como você, com quem é possível trocarmos ideias tão valorosas!
    Foi pensando na dificuldade que todos nós temos de viver a sincronicidade entre o Eu e o Todo que decidimos focar nosso blog de Física Quântica e Espiritualidade em crianças e adolescentes (euvceouniverso.com.br), embora os adultos sejam muito bem-vindos!
    Não aprendemos tal arte da noite para o dia! É preciso nos voltarmos para nossa Essência primeiro, nosso Eu interior, e isso é tarefa duradoura e muitas vezes árdua.
    Hoje, como adultos, somos responsáveis pelo desenvolvimento daqueles que brevemente tomarão conta do Planeta!
    E, precisamos com urgência prepará-los adequadamente para isso. O nível intelectual está sem problemas ultimamente, mas o senso ético, com sincronia entre o individual e o coletivo, ainda está bebê!
    Que possamos fazer a coisa certa pelas novas gerações, ensinando-os através do exemplo, a se constituirem como "marcas" de sucesso no que tange à ética individual em sintonia com a coletiva!
    Abraços,
    Paula Baccelli.

    ResponderExcluir
  11. JOELMA PENNAjulho 18, 2010

    OLA, AMIGO
    SOMOS TODOS UM! HA UM ELO DE ENERGIA QUE NOS LIGA A TODOS OS SERES HUMANOS, OU SEJA O QUE UM SER FAZ OU PENSA , COM CERTEZA ESTAR A LEVAR CONSIGO MILHARES DE PESSOAS, MUDA TRANSFORMA MODIFICA A TUDO E A TODOS SEMPRE , NAO HA UM BOTAO DE PAUSE! HA SEMPRE A CONTINUIDADE...

    ResponderExcluir
  12. Meu querido amigo Mauricio...Como seria mais facíl a convivência coletiva,se hovesse no mínimo o respeito ao semelhante como um todo,sem o TER,somente pelo SER,meu amor pelo,próximo foi se desenvolvendo gradativamente,na medida,que pude conviver com quem tem muito e o oposto,descobri,q.alta estima,não tem nada haver,com bens materiais,e que as pessoas rotulam a outra na visão exterior.Observo e digo como referencia a minha pessoa,não tenho bens materiais acumulados,mas com muito esforço me posicionei como SER,me exponho e me imponho,dai descubro,q.me cercam,por acharem q,o TER,é q.me torna o q. sou,é qndo me colocam numa berlinda,amada por uns,odiada por outros,sem me darem chance de defesa,só por me destacarem,me privam de mostrar o q, realmente sou,ai respondo e passo a agir como querem,ficando literalmente em cima do muro,solitária observando,A e B,para saber como sobreviver nesta SELVA DE PEDRA..meu carinho por ti sincero,,bj

    ResponderExcluir
  13. GIOVANNA CHIABAIjulho 18, 2010

    MAURÍCIO,
    ACHEI O TEXTO FANTÁSTICO, COMO TUDO QUE VC ESCREVE... QUANDO COMECEI A LER, NA VERDADE NAO ESPERAVA QUE FOSSE NADA MENOS OU DIFERENTE DE ÓTIMO! A SUA SENSIBILIDADE E SABEDORIA NO USO DAS PALAVRAS ....COMO COMENTEI ACIMA (CODINOME AGHATA:...Como na microfísica, somos matéria e energia. Isoladamente somos partículas, unidos somos uma onda. Enquanto partículas isoladas somos responsáveis pela formação da grande onda e devemos ter consciência da nossa importância, de um todo agregado, unido. A onda, enquanto marca forte, é o resultado das forças individuais agora unidas... matéria e energia se complementando... "por um elo invisível".
    Perfeito Maurício!!! belíssimo e muito coerente texto.. também muitíssimo bem escrito!! (AGATHA)
    ABRACOS, GIOVANNA

    ResponderExcluir
  14. Mauricio,

    Parabens, vc se supera em cada artigo que publica.
    Adorei..um grande abraço..
    Luciene Mendes

    ResponderExcluir
  15. Parabéns Maurício!!!!! Você já deve ter percebido que gosto muito de tudo que você posta!!!!!! Gosto muito dos seus comentários e acredito na força do pensamento positivo!!! Tudo no mundo é energia!!!! Suas mensagens são belíssimas e é muito importante para o nosso crescimento espiritual, emocional e profissional!!! Obrigada pela amizade!!!! Sucesso!!!!!! Um abraço. Kátia Mota.

    ResponderExcluir
  16. BOA NOITE,MAURÍCIO!SERIA REDUNDANTE ESCREVER MUITO,POIS TODOS OS COMENTÁRIOS ESTÃO ÓTIMOS!!PORÉM,EM MINHA VISÃO,NIETZSCHE PROCURAVA ALGO MAIS AMPLO QUE OS DOGMAS PREGADOS NA OCASIÃO PELA IGREJA CATÓLICA E ISSO FEZ COM QUE O INTERPRETASSEM ERRONEAMENTE COMO ALGUÉM QUE NÃO TIVESSE FÉ EM DEUS!!NA VERDADE,ELE QUERIA A LIBERDADE DE PODER "PROCURAR"ALGO ALÉM DO CONVENCIONAL !!ESSA ENERGIA,INTELIGÊNCIA E AMOR SUPREMO QUE CHAMAMOS DE "DEUS"NÃO CABERIA NA DESCRIÇÃO TÃO PEQUENA E MESQUINHA QUE FAZIAM DELE DA ÉPOCA!!PAULO DE TARSO VIVENCIOU ESSA MESMA PROCURA DE OUTRA FORMA E NÓS TAMBÉM SOMOS IMPULSIONADOS POR UMA FORÇA SUPERIOR QUE NOS DESESTABILIZA PARA QUE CRESÇAMOS,PARA QUE POSSAMOS EVOLUIR CADA VEZ MAIS ,ENTENDENDO QUE,EMBORA ESSA PROCURA SEJA INDIVIDUAL,ELA AGE NO COLETIVO PROFUNDAMENTE,ATRAVÉS DE NOSSAS AÇÕES MENTAIS E MATERIAIS!COMO O HOMEM É UM SER SOCIAL,ELE PRECISA COMPREENDER QUE PARA SOBREVIVER, PRECISAMOS UNS DOS OUTROS E ,COMO VOCÊ DISSE TÃO BEM,QUE CADA PENSAMENTO,CADA AÇÃO NOSSA ATRAIRÁ MUITAS OUTRAS FORÇAS SEMELHANTES QUE NOS SERVIRÃO DE AUXÍLIO PARA A CONCRETIZAÇÃO DOS NOSSOS OBJETIVOS ,DE NOSSOS SONHOS E O INTERESSE DO BEM COLETIVO SEMPRE DEVERÁ ESTAR EM PRIMEIRO LUGAR!PARABÉNS!GOSTO MUITO DO QUE VOCÊ ESCREVE! MARISA GAZZI XAVIER

    ResponderExcluir
  17. Aprendi muito com voce, e hoje mais um pouco.
    Parabens
    Wilson Rigonato

    ResponderExcluir
  18. Mauricio A. Costa, primeiramente gostaria de parabeniza-lo pela oportunidade que nos dá de fazermos nossa auto reflexão sobre assuntos tão presentes em nossa atualidade, e de grandioso valor.
    Penso que todos nós somos todos diferentes, como as estrelas no céu, diferentes em talentos e habilidades, em opiniões e gostos, em coragem e temperamento, é essa variedade nas pessoas que aumenta o interesse e o desafio da vida. É a razão pela qual temos que procurar reconhecer o valor de cada indivíduo.

    ResponderExcluir
  19. Um grande empresário amigo meu certa vez parafraseou um conhecimento slogan de negócios : “As pessoas são nosso produto mais importante.” Nossas vidas e nossas associações giram em torno de pessoas. As pessoas são a razão pela qual a maioria de nós faz as coisas que fazemos e é o valor de cada pessoa como indivíduo e como um Ser especial que dá à nossa existência.
    Acredito piamente que a verdadeira arte de comandar é compreender os homens, pois muitas vezes o que faz um homem feliz pode ter efeito oposto em outro, a força de uma pessoa pode ser a fraqueza de outra.
    Recentemente debatemos as derrotas e os atrasos de homens de sucesso e como eles usaram seus fracassos para desenvolver a coragem e o caráter.
    A capacidade de liderar é outra característica que marca os grandes homens. Já foi dito que : “ A liderança é o casamento de situação e personalidade”, uma confluência do homem da época e da necessidade. O líder fixa padrões mais altos do que meramente aceitável. Ele possui uma espécie de energia de vontade. “O verdadeiro líder sobe derrubar os que esta em cima, e sem pisar no que esta embaixo.”
    Entre os lideres há a disposição de reagir a novos desafios de maneiras novas. A inovação requer coragem, e a liderança esta fortemente ligada a coragem; coragem de ser diferente, coragem de estar errado ou ser impopular. Um dos aspectos mais tristes da vida contemporânea: ser esta a época do anti-herói. A cultura popular tende não apenas a se preocupar com o que é comum; ela tende a zombar do que é excepcional ou nobre. No entanto certamente precisamos do herói porque ele nos lembra da lacuna entre nosso desempenho real e nosso potencial.
    A maioria dos grandes líderes desenvolvem também a incrível capacidade de sentir quando a lacuna entre eles e os que o seguem é grande demais. George Brandes certa vez observou:
    “A multidão vai seguir um líder que marcha vinte passos a frente, mas se ele estiver a mil passos deles, eles não vão vê-lo e não vão segui-lo...”
    Os grandes homens parecem ter uma visão clara do que precisa ser feito, e um compromisso moral para fazê-lo. Não fogem do inconfortável, do desconhecido ou do desagradável.
    Com certeza a característica mais comum da liderança, é a sujeição e a disciplina do eu para com metas mais altas, o reconhecimento de forças internas e dos imperativos externos, que são maiores do que o eu.
    A humildade é também um grande nivelador ao resolvermos diferenças de opinião. Nehru certa vez disse: “Vamos ser um pouquinho humildes”... Vamos cooperar com os outros, vamos mesmo que não gostemos do que os outros dizem vamos pelo menos respeitar suas opiniões e seu modo de vida.
    Amor, honestidade, moralidade, civilidade, aprendizado, perdão e misericórdia, economia e industriosidade, gratidão, otimismo e fé... Entre outros atributos essenciais para um grande líder.

    ResponderExcluir
  20. Gostaria de enfocar a Civilidade, pois ela traz consigo a essência da cortesia, polidez, e consideração pelos outros. Toda a educação e as realizações no mundo, NÃO TERÃO GRANDE VALOR, a menos que sejam acompanhadas por demonstrações de nobreza respeito pelos outros e o principal... Nunca se esquecer, de andarmos a milha extra.
    A maior batalha da vida é travada dentro do recinto silencioso da própria alma.
    O texto é bastante abrangente, mas para finalizar gostaria de lembrar que todos necessitamos uns dos outros, para aprender, criar, inovar e alcançarmos a plenitude em todos os aspectos da vida em geral.

    "A sociedade é a união dos homens, e não os próprios homens."
    (Barão de Montesquieu)

    ResponderExcluir
  21. Mauricio, este seu Blog é muito oportuno, educativo e tem sido essencial para aprimorar minha vida profissional e minha carreira/marca pessoal. Confesso que todos os dias eu entro aqui para ler e não me esquecer de dicas fundamentais para meu cotidiano.
    A maioria dos conceitos que voce coloca já nos são familiares, mas por vezes nos faltam a capacidade de síntese e a didática própria que você imprime a suas palavras com maestria. Obrigada pela oportunidade de ler e aprender dia a dia contigo.

    ResponderExcluir
  22. CELENE GURGELagosto 11, 2010

    FANTÁSTICO MAURICIO, VOCÊ NOS LEVA A AUTO REFLEXÃO DE UMA FORMA FACIL E OBJETIVA. PASSAREI A FREQUENTAR SEU BLOG COM CERTA REGULARIDADE, PARA ME TORNAR MAIOR ESPIRITUALMENTE.
    PARABÉNS

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar aqui as marcas de sua passagem...
Seus comentários serão sempre bem vindos.